Personagens Disponiveis

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Personagens Disponiveis

Mensagem por Tamy em Ter Ago 30, 2011 12:57 pm

Daniel Grigori - (Caído)

Cameron 'Cam' Briel - (Caído)

Ariane Alter - (Caída)

Gabrielle 'Gabbe' Givens - (Caída)

Mary Margaret 'Molly' Zane - (Caída)

Roland Sparks - (Caído)

Srta. Sophia - (Anciã)

Pennyweather ‘Penn’ Van Syckle-Lockwood - (Fantasma)

Todd Hammond - (Fantasma)

Lucinda 'Luce' Price - (Humana)

Callie - (Humana)

Randy - (Humana)

Sr. Cole - (Humano)

Sra. Tross - (Humana)
avatar
Tamy
Caído
Caído

Mensagens : 25
Pontos : 44
Data de inscrição : 23/08/2011
Idade : 20

Ver perfil do usuário http://fallenthegame.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Personagens Disponiveis

Mensagem por Tamy em Qui Jul 09, 2015 5:27 pm

DEVIL'S SON

Tudo estava calmo. Em momentos raros como esse, costumo me refugiar na garagem da sede dos Vingadores, passar algumas horas trabalhando na Harley Davidson é o meu único passatempo. Sinceramente, é o que mantém minha mente ocupada quanto não estou em missão, e por isso, são momentos raros.

[...]

─ Droga! ─ Vociferei, puxando o parafuso do motor com uma chave de fenda, exausto e banhado em suor. Peguei uma toalha de rosto que estava preso ao retrovisor da motocicleta, passando-a em meu rosto, suspirei fundo, encostando-me no veículo.
Más lembranças latejavam minha cabeça, senti uma leve enxaqueca, não era algo alarmante, mas atrapalhava o meu bem-estar. Levantei-me, caminhando até a escada que daria no andar do elevador, seria a forma mais fácil de chegar ao andar dos Jovens Vingadores, a fadiga muscular me impedia de subir aqueles inúmeros degraus. Meu corpo estava ali, mas meus pensamentos me levavam para longe, aqueles malditos flashbacks poderiam me enlouquecer, e isso me afetava. Entrei no elevador.
[...]
Joguei meu corpo contra o sofá, aninhando-me com as almofadas, fechei os olhos esperando o sono surgir. Estava tão cansado que não percebi que dois membros do grupo estavam ali também. Alarme. Acordei assustado, respirando ofegante enquanto olhava para os lados tentando entender o que estava acontecendo. Kate correu até a sala de comando enquanto Prodígio esperava que eu me levantasse, sua expressão era de impaciência, resmunguei baixo, levantando-me de forma lenta, e então, caminhamos até a sala de comando.
[...]
Visão nos deu um breve relatório, o que indicava que nem mesmo ele estava bem informado, isso me assustava, estaríamos indo rumo ao desconhecido, as probabilidades de sermos pegos de forma inesperada eram enormes.  Pessimista. Não poderia agir assim perto dos meus amigos.
Acompanhei-os até o local das aeronaves, preferiria ir com a Harley, na verdade, contestaria se o momento não fosse tão inoporturno. Ainda receioso do nosso sucesso naquela missão, adentrei o helicóptero, sentando-me ao lado de Prodígio, olhei para ele sorrindo, mas na verdade, estava nervoso.
[...]
Se eu ganhasse uma moeda por cada previsão ruim, estaria rico. Demônios estavam sobrevoando os céus daquela pacata cidade, mantive-me quieto tentando suprimir a raiva que me contaminava, aqueles seres lembravam-me os dois que mataram minha mãe, e naquela hora, tudo que eu desejava era exterminá-los da forma mais dolorosa possível. Eu mesmo faria isso, mas eram dezenas, precisaria da ajuda dos meus colegas de equipe. Aquele maldito flashback surgiu, aquelas criaturas partindo minha mãe em dois, o sangue jorrando em meu rosto... o barulho de garras arranhando a porta que estava ao meu lado foi o bastante para me tirar do transe, assustado, olhei para a janela presumindo que aquele seria meu primeiro adversário, uma ideia magnífica veio à tona: utilizá-lo como instrumento para saciar minha raiva. Ele arranhou com força necessária para que suas unhas atravessassem a porta, mas, havia alguém da espécie dele ali. Esse alguém era eu. Utilizando da minha força aprimorada, dei um soco em suas unhas, quebrando-as, assim que ouvi ele urrando de dor, usei novamente da minha força para chutar a porta, jogando-o para longe, com uma visão privilegiada, pude ver ele caindo em direção a morte. Gritaria pedindo para que o veículo pousasse, mas antes disso, vi Kate saltando para fora do helicóptero, arregalei os olhos, afinal, o que diabos ela faria sozinha? Magnífica. Ela atingiu aquelas proles do inferno com inúmeras flechas, fiquei boquiaberto, e então, me recompus, atento aos demônios que nos circundavam.
Prodígio já estava no controle do veículo, Kate nos comunicou via rádio sobre a situação, depois de ouvir suas palavras, só me restava uma dúvida, qual seria o objetivo daquele ataque? Descobriríamos em breve, continuamos adentrando a cidade, Prodígio atirava e pilotava quase no mesmo tempo, ele era dono de perícias incríveis, de certo. Assim que chegamos perto de uma praça, visualizei uma jovem lutando com alguns pequenos demônios, arqueei às sobrancelhas, segurando-me em plataformas de aço, preparando o meu salto, pularia de qualquer jeito, mas assim que Prodígio me pediu para ajudá-la, saltei sem pensar duas vezes. Evitando uma queda mortal, asas de morcego surgiram nas minhas costas, planando em direção a praça, realizando um pouso de três pontos, direcionei meu olhar de forma lenta para às criaturas, com a mão no chão, fiz chamas que percorreriam três exatos metros até atingirem aqueles seres repugnantes, não podia ser confundido com os inimigos, então, virei-me para a garota de cabelo marrom, desfazendo as asas enquanto sorria, dizendo: - Não se preocupe, estou aqui para te ajudar. A propósito, chamo-me Jamie. - Levantando-se, colocou um braço para frente, e o outro em posição de defesa, exclamando: - Vamos chutar uns diabinhos! - Não precisei fazer muito em seguida, parece que ela estava dando conta do recado, então, mantive-me atento a retaguarda, protegendo-a de ataques sorrateiros e aéreos, assim que ouvi o barulho de asas batendo, fiz as minhas asas surgirem novamente, voando até a direção dos demônios que se aproximavam, o primeiro parecia convicto de sua vitória, esquivando de seu soco, cravei minhas unhas no seu peito esquerdo, usando do meu pé como impulso para descravá-la, o segundo me atingiu com um soco na bochecha, sorrindo para ele, o sangue tingiu meus dentes. Usando da minha força, atingi um forte soco que o lançou para longe, atingindo um carro. Planando novamente até a garota, corremos em direção a rua mais segura, não olhei para trás, mantendo uma respiração ofegante, quando nos sentimos seguros, paramos. Recuperando meu fôlego, me apresentei novamente: - Chamo-me Jamie Miller, e eu não sou um demônio, está bem? Meu poder é transforma-me em um demônio. - Aproximei-me da garota, apalpando sua mão. - Viu só? Sou um humano e estou do seu lado. - Parei, sentando-se em um pneu que estava ali próximo. - Nós fomos enviados para ajudá-los, pode me dizer o que está acontecendo? Ou como isso começou? - Indaguei, ainda com a respiração cansada.

Poderes Utilizados:

• “Traços demoníacos”: O player toma forma demoníaca, passando a ter um coloração avermelhada por todo o corpo, olhos negros ou, as vezes, amarelados. Seus dentes e unhas viram presas e garras. Adquire grandes asas de morcego em suas costas, as quais lhe permitem flutuar e voar em baixa velocidade, 20 km/h, e chifres em sua cabeça. O jogador recebe +1 ponto de esquiva. Habilidade possível 1 vez a cada 3 turnos.

• “Força”: Consegue ter uma força capaz de levantar pesos de até 300 quilos e amassá-los, dobrá-los e comprimi-los com grande facilidade. Seus golpes se tornam incrivelmente mais fortes, oferecendo +1 de ataque. Habilidade usada 1 vez a cada 3 turnos.

- "Fogo": Consegue criar chamas que percorrem 3 metros antes de atingirem os inimigos, e também consegue criar esferas de 10 centímetros que percorrem 3 metros e ambos os poderes podem acertar 3 alvos. +1 de ataque, acertando 3 alvos dividindo-os em 1d11. Habilidade usada 1 vez a cada 3 turnos.


Perícia - Duas Armas - Não Utilizada:

Essa perícia concede ao jogador habilidade para manusear com eficácia duas armas, uma em cada mão. Desta forma o jogador pode desferir golpes com suas duas armas de maneira mais hábil, aumentando o dano de seus golpes. Além do resultado dos dados, o jogador recebe +2 pontos de sucesso em seu movimento a cada 2 níveis que o personagem apresentar. Perícia possível 1 vez a cada 4 turnos. Nível 2(+2), Nível 4(+4), Nível 6(+6), Nível 8(+Cool e Nível 10(+10). Apenas para ataque

Desvantagens:

Atormentado - Por ter testemunhado sua mãe adotiva ser morta por seus irmãos de raça, Jamie teme que seus entes queridos sejam mortos por seres como ele, ou seja, ele tem conhecimento sobre sua espécie, e aceita sua natureza devastadora. Resumindo, teme demônios - mesmo que seja um.00]Terror - Presenciou sua mãe partir-se em dois, ser devoradas por proles das trevas. A cena dela gritando seu nome, implorando por ajuda, e então, despedaçando-se, e o sangue jorrando no rosto de Jamie. Essa cena o atormenta desde o começo de sua vida.
Your Angel... Or Your Demon
avatar
Tamy
Caído
Caído

Mensagens : 25
Pontos : 44
Data de inscrição : 23/08/2011
Idade : 20

Ver perfil do usuário http://fallenthegame.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum